doe sangue e faça alguém nascer de novo

Tudo bem graças à DEUS

Olá Pessoal!!!

 

Quanto tempo que eu não vinha por aqui, mas não vou ficar aqui me desculpando ou coisas do estilo, vou ser sincera como sempre fui, sumi porque precisava me reestruturar.

Só quem passa por situação semelhante talvez consiga entender-me, ou não, até porque cada pessoa reage de uma forma frente aos desafios, problemas ou qualquer coisa que tenham que encarar que fujam a sua rotina ou que roubem seu sossego.

Eu precisei isolar-me, juntar meus caquinhos, entender tudo que havíamos passado, me reorganizar e porque não, me reinventar, para isso, precisei desse tempo para pensar em tudo.

Quando você passa por situação de doença com um ente querido, no meu caso com meu filho, durante o processo (internação, reabilitação…) você não tem tempo para pensar, você precisa agir, apoiar, cuidar, amparar, amar, ouvir………… quando o sufoco passa e você consegue respirar é que você vai pensar em tudo que aconteceu, e quando tudo que aconteceu foi muito pesado, você precisa se reestruturar. Não sei se vocês conseguem me entender.

Mudando um pouco de assunto, depois voltamos ao X da questão, ok?

O Lucas está ótimo graças à Deus e as nossas orações. Continua fazendo o exame mielograma (punção de medula) de 3 em 3 meses (sempre com resultados “indetectável” para células malignas graças ao bom pai), e um ciclo de 15 dias de ATRA após o resultado do mielo, além de continuar tomando o Purinethol diariamente no esquema 2 e 1.

Agora em março temos mais um mielo, depois em junho e o último em setembro quando acaba a fase de manutenção. Não perguntei para o Dr. Eduardo como será depois, pois sei que o acompanhamento é de 5 anos. No momento o Lucas tem consultas e hemogramas mensais. O hemograma dele tá ótimo, claro que a imunidade é mais baixa, mas está ótimo dentro do quadro de manutenção.

O peso ainda continua baixo, chega no máximo a 54kg e perde num piscar de olhos mas não fica menos de 52 kg.  A medicação acelera o metabolismo, por isso a dificuldade de ganhar peso. Levei-o numa nutróloga, ela passou uma dieta e um suplemento, mas o Lucas é enjoado demaissssss com esses suplementos, difícil de tomar, mas em setembro isso tudo acaba e ele vai conseguir ganhar peso.

No meio do ano passado ele resolveu que faria o vestibular da UNB (Federal) para ver como era, ok, fez inscrição, as provas, e…….. passou na primeira chamada para o curso de Turismo. Pois é, só que havia um pequeno detalhe, ele estava na metade do 3º ano do ensino médio, resumo, passou mas não entrou.

No fim do ano fez o vestibular novamente, não passou na UNB, mas passou numa particular (afffff) para Turismo. Estava tudo bem, fizemos a matricula……… faltava uma semana para começar as aulas mandaram um telegrama avisando que não tinham fechado a turma para o curso de Turismo e que ele fosse lá para resolver. Resultado: não fechou turismo e nem hotelaria que era segunda opção, ele acabou ficando em Letras, que era mais barata, mas mesmo assim mais cara que turismo affffff de novo. Acabou ficando num curso que não era o que ele queria, mas no meio do ano ele tenta Turismo na UNB novamente.

Eu parei de fumar no dia 07.02.2011, fez um ano agora dia 07.02. Consegui, me sinto muito melhor, mais forte. Agora estou cuidando do peso, eu que já era fofa antes de parar de fumar, ganhei mais 10kg, mas já estou resolvendo isso (uma coisa de cada vez) entrei para o Vigilantes do Peso agora em janeiro, até o fim do ano quero ter atingido a minha meta.

Bom pessoal, estas são as novidades. Não vou prometer data para escrever aqui, mas devo voltar quando o tratamento terminar em setembro para dar notícias, não sei.

Não quero mais o compromisso de escrever aqui, mas venho dar notícias, quando??? Não vou prometer.

Desculpem, mas sinceramente não tenho mais vontade de falar sobre o que aconteceu, sobre a doença, preciso virar esta página na minha vida para viver, preciso fazer isso.

Espero que vocês não me levem a mal, mas estou sendo sincera. As pessoas confundiram muito as coisas, sentiam algum sintoma e me mandavam e-mails, eu não sou médica. Eu apenas criei um blog para dar notícias do meu filho para os nossos parentes e amigos que estavam longe.

Se você sente alguma coisa procure um médico, eu não emito opiniões, não posso fazer isso porque não tenho formação em medicina. Também não posso viver num eterno sofrimento pela dor dos outros, as pessoas começaram a me escrever contando suas histórias, por fim parei de acessar o e-mail do blog. Eu sou humana, sofri muito com a partida do Samuel e da Joyce, era como se eu não pudesse ficar 100% feliz, pois enquanto eu comemorava as vitórias do meu filho, outras mães choravam a partida dos seus. Isso é duro demais e não tenho estrutura para continuar chorando essas dores. Como disse antes, preciso viver, preciso virar esta página na minha vida.

 

Beijinhos, fiquem com Deus, até outro dia

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui, seu comentário é muito importante para nós.

 

©2009 Leucemia Mieloide | Template Blue by TNB, customizado por Adelson Smania